Nos últimos anos, a indústria cosmética tem crescido consideravelmente, assim como o seu interesse no desenvolvimento de produtos eficazes e seguros. A criação do Código de Defesa do Consumidor, as exigências da Secretaria de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde e a própria concorrência levaram a indústria a tomar uma atitude mais cautelosa no que diz respeito à ação e aos benefícios dos seus produtos, procurando associar suas afirmações a trabalhos científicos.

A conscientização da indústria e as exigências do consumidor resultaram na adoção de um novo procedimento por parte dos fabricantes de cosméticos: atualmente, as empresas se preocupam em realizar, antes da comercialização, testes clínicos de alergenicidade e eficácia, que são coordenados por médicos dermatologistas. Este procedimento oferece à empresa mais segurança, credibilidade e confiança junto aos consumidores.

A Dra. Ana Luiza Ribas Braga Bettega – CRM – PR 37258 explica que os cosméticos são classificados em grau 1 e grau 2. “Sendo o 1, produtos que se caracterizam por possuírem propriedades básicas ou elementares, cuja comprovação não seja inicialmente necessária e não requeiram informações detalhadas quanto ao seu modo de usar e suas restrições de uso, devido às características intrínsecas de alguns produtos. Já os produtos de grau 2 possuem indicações específicas, cujas características exigem comprovação de segurança e/ou eficácia, bem como informações e cuidados, modo e restrições de uso”. Assim, esses produtos precisam ser fundamentados ao que se propõem, ou seja, é necessário comprovar com testes, os benefícios declarados na rotulagem. Afirma

Uma preocupação crescente é evitar possíveis reações adversas em nossos consumidores. Afinal, o consumidor é muito mais crítico quanto à irritação cutânea provocada por um produto cosmético do que por um medicamento tópico.

Os testes de eficácia e de avaliação dermatológica, não são feitos em animais, desta maneira, para a realização destes testes, é necessário um recrutamento de voluntários, em laboratório de pesquisa clínica credenciada a ANVISA. Os protocolos devem levar em consideração as condições de uso determinadas pelo fabricante.

Desde a sua criação, a marca Be Fresh Blends, fundada pelo empresário Afonso Braga Neto e a cantora influenciadora Gabi Luthai, tem a missão de passar transparência para nossos clientes. “Nós sabemos que somos responsáveis pelo produto que colocamos no mercado e queremos que todos nossos produtos tenham os dados que comprovem sua qualidade, segurança e eficácia”, contam os fundadores. Por isso a “AVALIAÇÃO DA APRECIABILIDADE COSMÉTICA E DA ACEITABILIDADE DERMATOLÓGICA ”, referente aos produtos FRESHBURNER FLUÍDO TERMICO, códigos IPC.2020.1043 concluiu comprovação científica de sua eficácia.

WhatsApp Image 2020 07 23 at 14.06.38 300x212 - Be Fresh Blends termogênico tópico que vem causando alvoroço no mercado

Afonso Braga Neto teve acompanhamento da Dra. Maisa Moraes – CRM 26492 usando o produto FreshBurner o qual visivelmente teve redução de medidas (abdômen, flancos, glúteos, coxa) e melhora na firmeza e tonicidade da pele. A médica afirma que o produto promove aumento da circulação sanguínea e aquecimento local, promovendo a lipólise (estimulando a quebra da gordura local) e anticelulitícos, devendo ser usado em associação a exercício físico. O produto é hiperemiante, provoca vermelhidão por ativar a micro-circulação sanguínea causado por um processo anti-inflamatório local, ocorrendo aquecimento da pele. Seu Spray de fluído é prático, não precisa massagear.

O Dr. Sacha Gulin Crivellaro – CRM19871, proprietário da clínica Nautilus, destaca que o teste de eficácia deixou de ser apenas uma necessidade regulatória, tornando-se uma ferramenta indispensável no processo de comunicação de um produto cosmético. “Os ensaios permitem informar ao consumidor quais são os reais benefícios e a intensidade dos seus efeitos. Abordar o consumidor com uma entrega desenhada para sua necessidade é sinônimo de fidelidade à marca, por esse motivo, usamos os produtos da BE FRESH BLENDS em nossos pacientes que dizem ter resultados”, finaliza.

Sobre a Be Fresh:

A Be Fresh Blends surgiu em 2018, de uma ideia que o fundador da marca Afonso Braga Neto teve ao longo de anos viajando, pesquisando culturas diferentes e estilos de vida. Em uma de suas viagens, conheceu a cantora e influenciadora Gabi Luthai e juntos pensaram em algo que revolucionaria o conceito de estilo de vida prático e saudável em nosso país. Algo inovador com qualidade e preço justo para o mercado brasileiro. #FreshBlends é uma forma autêntica de saúde, beleza e praticidade.

Site: http://befreshblends.com.br/

Instagram: https://www.instagram.com/befreshblends/

Facebook: https://www.facebook.com/BeFreshBlends/

SAC: 041 30284100

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!