Ao contrário do que muitos pensam, o bruxismo trata-se de um hábito realizado de forma voluntária, relata o especialista em dor orofacial João Marcos Mattos.

O bruxismo, apertamento ou briquismo, ou seja, o ato de apertar (cêntrico) ou ranger os dentes (excêntrico) é um problema que afeta pessoas de qualquer idade e ocorre por diversas causas, como má oclusão; transtornos psicológicos e emocionais, como estresse, tensão, crises de ansiedade e até mesmo quando a pessoa está em estado de concentração. “O hábito pode ser desencadeado também por problemas neurológicos, como autismo e paralisia, e por uso de medicamentos antidepressivos, esses demonstram maior relação com os fármacos inibidores seletivos da recaptação de serotonina (ISRS), muito receitados em caso de ansiedade e depressão”, conta o especialista.

Os principais sintomas do bruxismo são cansaço, insônia, dores de cabeça matinais e orofaciais, tensão muscular na face, pescoço e ombros, má disposição, zumbido nos ouvidos, desgastes dos dentes e problemas na articulação temporomandibular. Esse mal atinge cerca de 30% da população mundial, segundo a Organização Mundial da Saúde e no Brasil há pesquisas que apontam que 40% da população sofrem desse problema.

O doutor João Marcos coloca como dica para evitar essa ação voluntária do corpo, atentar-se nas horas de maior tensão e concentração ao detalhe do encostar dos dentes. “Vale espalhar recadinhos em lugares visíveis, baixar aplicativos de alerta ou colocar um despertador para lembrar que não se deve encostar os dentes, além de praticar atividades físicas constantes unidas a atividades de relaxamento, como meditação e ioga”, indica.

Entretanto, esse método não indica cura do problema, serve apenas como forma de modificar esse hábito. Para o tratamento é necessário buscar ajuda de um odontologista especializado em dor orofacial, a fim de que o mesmo identifique a causa exata do bruxismo e possa traçar um plano de tratamento. Um dos métodos mais utilizados são as placas oclusais dos dentes superiores com função miorrelaxante, mas existem outras formas que podem vir aliadas ao controle do estresse e ansiedade, explica o doutor.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!