Projeto da Casa Com a Música abre espaço para artistas mostrarem seus trabalhos

 

O projeto Sarau Em Casa recebe nesta terça, 9 de junho, a cantora e compositora Nana Kozak. Promovida pela Casa Com a Música em parceria com o Sindicato Nacional dos Compositores Musicais com lives às terças-feiras, a partir das 21h30, a ação tem o propósito de abrir espaço para a diversidade e riqueza das manifestações artísticas e é uma extensão online do evento Sarau ComVida, paralisado por causa da pandemia de Covid-19.

 

Nana Kozak é uma artista carioca com vasto repertório de Samba e MPB, sempre alinhada com a luta pelo protagonismo das mulheres na música. Estudou teatro em Brasília por 10 anos. Muito influenciada pela avó cantora e pelas rodas de violão na adolescência, ainda em Brasília deu início à trajetória artística na música e, aos poucos, a atriz foi abrindo espaço para a cantora.

 

Neste processo, a herança e a experiência teatral transformaram-na em uma intérprete que preenche o palco com a mais profunda dramaticidade associada ao compromisso ímpar com a musicalidade. A cada história que ela canta está presente esse eterno romance entre a atriz e cantora.

 

O primeiro álbum de Nana, “Ouça a Mulher do Novo Dia”, foi lançado em junho de 2019 no Teatro Rival, palco crucial de resistência cultural no Rio de Janeiro. O disco é essencialmente o movimento de uma cantora no balanço do Samba, dos tambores d’África e das baladas. E assim percorre estilos da canção pra levar aos ouvidos as experiências da palavra cantada.

 

O projeto traz 12 canções, 11 inéditas e uma regravação. Destas, oito são compostas por mulheres, o que assinala a cinesia da cantora de trazer o protagonismo feminino para todos os lugares do trabalho. Além da presença feminina nas composições, o palco também é todo fêmeo. Nana é acompanhada nos espetáculos pela Banda Perfumada, composta exclusivamente por mulheres.

 

Ao longo de 2019, o Sarau ComVida abriu espaço para mais de 100 artistas mostrarem seus trabalhos, de nomes de peso da música brasileira, como Robertinho Silva, Jane Duboc, Carlos Dafé, Azymuth, Kiko Continentino, Mauro Senise e Reppolho, à nova geração, como Luciane Dom, Beraderos, Chele, Anna Moura e Soul Guanabara.

 

Ao longo da apresentação, o público poderá fazer contribuições conscientes por meio do “Chapéu Virtual”. Para assistir à apresentação, acesse www.instagram.com/casacomamusica

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!